Colégio Teresiano - CAP/PUC

Mais Destaques

Entrevista com a aluna Marcelle de Souza Soares

Entrevista com a aluna Marcelle de Souza Soares, ganhadora do Concurso de Redação 2017 Sinepe/RJ, e com a professora de Língua Portuguesa, Nathalia Gonçalves

Entrevista com a aluna Marcelle de Souza Soares, ganhadora do Concurso de Redação 2017 Sinepe/RJ, e com a professora de Língua Portuguesa, Nathalia Gonçalves

No dia 29 de setembro, às 12h, no Windsor Barra Hotel, ocorrerá a premiação do Concurso de Redação 2017, promovido pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Rio de Janeiro (Sinepe/RJ). Neste ano temos o prazer de anunciar que o 1º Lugar ficou com a aluna do 9º Ano B do Ensino Fundamental II do Colégio Teresiano, Marcelle de Souza Soares. A aluna e a professora de Língua Portuguesa, Nathalia Gonçalves Fernandes Pereira, que orientou os alunos a participarem do concurso, contaram como foi o processo de criação da redação até o dia em que receberam a notícia do ganhador do prêmio.

Como surgiu a ideia de inscrever os alunos no Concurso?

Nathalia: A professora Marília Dias, Coordenadora Pedagógica Geral do Colégio Teresiano, me trouxe um folder com a divulgação do Concurso de Redação do Sinepe-Rio 2017. Como a proposta envolvia os alunos do 8º Ano do Ensino Fundamental II ao Ensino Médio, ela me pediu que eu a apresentasse aos outros professores de Língua Portuguesa, para que eles a trouxessem para dentro da sala de aula. Então eu cheguei a sala de aula e fiz a proposta. Expliquei aos alunos que era um gênero textual com o qual a gente não tinha muito contato, mas que iríamos aprender sobre ele. Eu pedi que levantasse a mão quem tivesse interesse no concurso. Eles foram para casa, pensaram nessa possibilidade, e a Marcelle quis participar.

Somente a Marcelle se interessou em participar do Concurso?

Nathalia: Não. Outras pessoas também fizeram a redação. Na turma do 9º Ano B, além da Marcelle, também elaboraram o texto Larissa de Souza da Silva e Rafaela Mendes Wanderley. Na turma do 9º Ano A, Leonardo Ramos Valente e Luiz Camara e Silva Gontijo também produziram uma redação. Fiz uma leitura e pedi ajuda a outros professores para saber quem participaria efetivamente do concurso. Cada série podia mandar três redações, isso contando as duas turmas de 9º ano. Então, na turma B, ficaram Marcelle e Rafaela, e, na turma A, ficou a redação do Leonardo.

Marcelle e os outros alunos disputaram com outras instituições particulares?

Nathalia: Sim. Colégios como São Bento, Santo Agostinho, entre outros.

Marcelle, porque você quis entrar no concurso?

Marcelle: Eu sempre gostei muito de escrever, mas o tema da redação, “Mundo Digital e Reinvenção do Humano”, foi o que mais me chamou a atenção, pois falava de internet, o que está muito na minha vida. Também pensei que o máximo que poderia acontecer é eu não ir tão bem, mas pelo menos tentei. Escolhi o subtema “Quem tem medo da Internet?”. Eu gosto de escrever sobre coisas que nos fazem refletir e também sobre internet. Juntei o útil ao agradável.

Nathalia: Essa ideia de pensar a internet foi muito interessante, assim como pensar de que modo a tecnologia pode ser um avanço, mas também um entrave. Marcelle escolheu justamente o tema que tratava dos dois lados da internet. O texto dela veio muito pronto. Texto dissertativo-argumentativo nós só trabalhamos no 4º bimestre. Para o concurso, fiz um panorama geral sobre isso. Ela fez o texto em casa, trouxe-o para mim. Fiz os ajustes e pronto. A redação já veio pronta. O mérito é todo da Marcelle.

Como vocês receberam a notícia?

Nathalia: Eu não estava na escola no dia. Fiquei sabendo pelo grupo no Whatsapp. De repente, todo mundo começou a dar parabéns para mim e para Marcelle, e eu não estava entendendo nada. Quando entendi, fiquei muito feliz.

Marcelle: No dia em que recebi a notícia, logo no começo da aula de inglês, surgiu um boato na aula de que talvez alguém do Teresiano tivesse ganhado o Concurso. Até então eu não sabia quem era, mas, depois, a Flavia Moritz, Coordenadora do Ensino Fundamental II, foi a sala e falou que eu tinha ganhado. Quando eu dei a notícia para minha mãe, ela ficou muito feliz. Meu pai, que soube depois, ficou muito orgulhoso.

Qual a expectativa para a premiação?

Marcelle: Estou meio ansiosa, porque sei que vai ter foto, e sou um pouco tímida. Mas quero que chegue logo.

Vocês esperavam ganhar o prêmio?

Nathalia: Eu sempre acreditei no potencial das turmas. Quando eu coloquei as redações no concurso, eu realmente acreditava que os alunos eram capazes, porque escrevem muito bem. Alguns alunos não ficaram muito confiantes, mas eu disse que eles tinham potencial para ganhar, até porque o Teresiano tem histórico de vencedores nesse concurso.

Marcelle: No meu pensamento, sabia que eu tinha uma chance, mas também imaginava que era muita gente e que não seria possível. No final, deu tudo certo. Estou muito feliz.

  • Entrevista com a aluna Marcelle de Souza Soares, ganhadora do Concurso de Redação 2017 Sinepe/RJ, e com a professora de Língua Portuguesa, Nathalia Gonçalves
  • Entrevista com a aluna Marcelle de Souza Soares, ganhadora do Concurso de Redação 2017 Sinepe/RJ, e com a professora de Língua Portuguesa, Nathalia Gonçalves
  • Entrevista com a aluna Marcelle de Souza Soares, ganhadora do Concurso de Redação 2017 Sinepe/RJ, e com a professora de Língua Portuguesa, Nathalia Gonçalves

Colégio Teresiano - CAP/PUC
Rua Marquês de São Vicente, 331 - Gávea
CEP: 22451-041 TEL/FAX: 3206-2800